Sobre

Em 2018, o Programa SciELO celebrará 20 anos de operação em pleno processo de alinhamento com os avanços da ciência aberta.

 

Nessas duas décadas, o Programa SciELO se consolidou como um dos mais importantes programas de cooperação internacional em prol do desenvolvimento da comunicação científica em Acesso Aberto. Por meio da Rede SciELO, presente em 15 países, o programa é responsável, de uma maneira cooperativa, por indexar e publicar cerca de mil periódicos avaliados por pares em coleções nacionais na modalidade Acesso Aberto. A Rede SciELO publica anualmente cerca de 50.000 novos documentos por ano e acumulou mais de 700.000 documentos em 20 anos, que servem uma média de 1.5 milhões de acessos e downloads por dia (calculados segundo a metodologia COUNTER).

 

A Conferência SciELO 20 Anos abordará e debaterá – em três dias de programação – as principais questões políticas, metodológicas e tecnológicas assim como as tendências que definem o estado da arte da comunicação científica. Essas questões moldarão o futuro universal da publicação científica aberta e as relações com os periódicos em Acesso Aberto de hoje, em especial os da Rede SciELO. Um dos tópicos de interesse será o alinhamento dos periódicos e a operação do SciELO com as práticas da ciência aberta, como a publicação dos dados das pesquisas, o aceleramento dos processos editoriais e de comunicação por meio da publicação contínua dos artigos e adoção de preprints, maximização da transparência nos processos de avaliação e fluxos de comunicação, e a busca por sistemas mais abrangentes para a avaliação de artigos e periódicos.

 

Antes da Conferência, terá lugar uma reunião das coordenações das coleções nacionais da Rede SciELO, quando serão debatidas e aprovadas as linhas de ação que guiarão o desenvolvimento do SciELO para os próximos cinco anos.

 

A celebração dos 20 anos do SciELO constitui um marco e um momento especial para promover o avanço da globalização da comunicação científica e do movimento de acesso aberto de modo inclusivo em relação às diversidades de áreas temáticas, geografias e idiomas da pesquisa científica.