P 4.1.2

Presença na Web dos periódicos e das pesquisas que comunicam

2018.09.28 — 16:00-17:30

Sobre

Este painel abordará a avaliação da presença na Web dos periódicos e das pesquisas que comunicam no contexto da transição para a ciência aberta.

A ciência aberta é uma prática científica com linhas de ação em consonância com o desenvolvimento da cultura digital, e engloba a abertura e transparência das pesquisas, seus métodos e materiais, a promoção da visibilidade e do acesso aberto e fontes de informação, a construção colaborativa do conhecimento e a participação do público. Uma das características importantes da ciência aberta é o uso de métricas alternativas de impacto das pesquisas e de seus (re)usos.

Para os periódicos, ter uma boa presença online tem se mostrado uma estratégia inicial nesse cenário para aumento de visibilidade e de audiência, por tornar seus artigos mais acessíveis, e permitir conexões e engajamento com a comunidade científica. Do website institucional das revistas, aos portais de periódicos a que pertencem, às bases de dados nacionais e internacionais que o indexam, como perfis no Google Acadêmico ou em plataformas de blogs e mídias sociais acadêmicas como Academia.edu, Mendeley, Research Gate e as gerais como o Facebook e Twitter, o investimento na presença web dos periódicos e das pesquisas que comunicam requer planejamento e dedicação por parte de editores e equipe editorial.

O presente painel busca contribuir com o debate desses canais de presença web que favorecem a visibilidade e impacto do periódico e de suas pesquisas, seja diante de sua comunidade científica ou com o público em geral, levando em consideração seus propósitos distintos de uso e aplicação.

Ementa

Tecnologias web, canais de promoção da visibilidade de periódicos e de suas pesquisas. Desafios da manutenção da presença web. O marketing científico digital e os indicadores de desempenho. Abordagens webométricas e a aplicabilidade de indicadores como o Web Impact Factor (WIF) e o Social Media Impact Factor (SMIF) para periódicos. Atenção online e métricas alternativas das pesquisas. Estudos comparativos de desempenho entre métricas web e tradicionais.

Como contribuir

Você está convidado a participar e cooperar com a comemoração do SciELO 20 Anos mediante comentários, depoimentos, posts, artigos, etc, relacionados ao tema deste e de outros painéis.

FAÇA UMA PERGUNTA

Glossário

Altmetria (Altmetrics): Um conjunto de métodos baseado na web social usado para medir, rastrear e analisar o impacto da produção acadêmica pela sua circulação em blogs, mídias e redes sociais, portais de notícias, gerenciadores de referência.  Considerada uma das adições mais recentes aos estudos de impacto com perspectiva mais democrática e responsiva se comparado aos estudos tradicionais.

API – Application Programming Interface:  conjunto de comandos que permite que diferentes sistemas conversem entre si, por exemplo fazendo uma consulta a uma base de dados a partir de determinados critérios e apresentando os resultados em outra interface.

arXiv: Repositório de documentos científicos em acesso aberto, que permite depósito de artigos e trabalhos em texto completo. <http://arxiv.org>

CrossRef: Principal agência oficial de registro responsável pela atribuição do DOI aos periódicos. <http://www.crossref.org>

DOI – Digital Object Identifier: código alfanumérico de identificação única de um conteúdo digital que fornece um endereço persistente para a sua localização na internet.

Downloads: Altmétrica online que se refere ao número de vezes que um item eletrônico foi baixado de um site específico. A maioria dos sites que fornece informações de download não fornecem informações de identificação sobre quem baixou um trabalho, embora alguns sites limitem os downloads a usuários afiliados.

Fator de Impacto Web (Web Impact Factor): número de páginas da Web em um sítio que recebe links de outros sítios, dividido pelo número de páginas da Web publicadas no sítio que podem ser acessadas por um rastreador.

Favoritar (favorites): Altmétrica online que indica o número de vezes que uma trabalho online, pesquisador ou entidade foi marcado como “favorito” pelos usuários de uma rede, que normalmente são membros registrados. Como muitas altmétricas, os favoritos não se traduzem necessariamente em diferentes redes online devido a diferenças de escopo, categorização e público.

Impacto: A força ou efeito perceptível que uma entidade exerce sobre outra. No âmbito acadêmico, o impacto é a influência rastreável que uma entidade acadêmica tem em outras pesquisas na disciplina, embora também possa incluir a influência exercida por indivíduos, instituições, locais de publicação, etc. e em entidades além da comunidade de pesquisa imediata.

FigShare: Repositório online gratuito que permite armazenar, compartilhar, buscar e gerenciar documentos, controlando seu compartilhamento e disponibilidade de dados ao público. <http://figshare.com>

Gerenciadores de referências: Serviços de gestão de referências que auxiliam a reunir referências bibliográficas automaticamente a partir de bases de dados e formatar manuscritos e citações instantaneamente de acordo com as normas, gerar bibliografias, criar e organizar um banco de dados de pesquisa pessoal de referências e compartilhar citações com pares, entre outras funções. (exemplos: EndNote, Mendeley e Zotero).

Google Scholar: Sistema de descoberta de artigos e trabalhos científicos gratuito mantido pelo Google, que também fornece métricas de citação de autores, artigos e periódicos. <https://scholar.google.com.br>

Identificadores de autor:

ORCID: Identificador digital gratuito persistente e único para pesquisadores, que permite desambiguar autoria e é interoperável com outros identificadores como o ResearcherID e Scopus Author ID. <http://orcid.org>;

ResearcherID: Identificador único e persistente para pesquisadores mantido pela Thomson Reuters, que distingue um pesquisador de outro e permite agregar suas publicações mediante cadastro prévio. <http://www.researcherid.com>;

Scopus Author ID: Identificador único e persistente para pesquisadores mantido pela Elsevier que distingue um pesquisador de outro e permite agregar suas publicações a partir do momento em que um documento é cadastrado na base de dados Scopus.

Marketing científico digital: aplicação conjunta  do marketing digital e do marketing científico como estratégia empregada em produtos da ciência, aliada à comunicação científica e comunicação digital, com o intuito de oferecer serviços alinhados às necessidades dos usuários, visando à promoção de periódicos, pesquisas e pesquisadores, com foco na visibilidade científica.

Métricas em nível de artigo (Article-Level Metric ou ALMs): uma categoria de altmetria popularizado por sites acadêmicos online, como a Public Library of Science (PLOS) para aferição e acompanhamento de indicadores de acesso e uso de artigos individuais.

Portais de periódicos: agrupa periódicos nos quais a decisão da publicação de determinado artigo é do editor e dos pareceristas, atendendo aos critérios da área do conhecimento. Costuma oferecer serviços à comunidade de editores e equipes das revistas que abriga.

Redes sociais acadêmicas: são plataformas de colaboração e comunicação online, onde autores podem criar perfis, interagir e divulgar os seus trabalhos de investigação entre a comunidade acadêmica (exemplos: Academia.edu: <http://www.academia.edu>; ResearchGate: <https://www.researchgate.net>).

SciELO – Scientific Electronic Library Online: Biblioteca virtual de acesso aberto que publica textos completos de periódicos latino-americanos selecionados, assim como produz e publica indicadores do seu uso e impacto. <http://www.scielo.org>

SEER – Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas: Adaptação brasileira da plataforma de código aberto Open Journal Systems para publicação eletrônica de periódicos. <http://seer.ibict.br>

Social media metrics (Métricas de mídias sociais): indicadores e métricas baseadas em dados de avaliação do impacto de atividades em mídias sociais.

Webometria: campo dos estudos métricos que mede e analisa a World Wide Web com o intuito de obter conhecimentos a respeito de acessos, hiperlink, estrutura e padrões de uso. Estudo os aspectos quantitativos da construção e uso de recursos informacionais, estruturas e tecnologias da Web a partir de abordagens bibliométricas e informétricas.

Bibliografia

ADIE, E.; ROE, W. Altmetric: enriching scholarly content with article-level discussion and metrics. Learned Publishing, v. 26, n. 1, p. 11-17, jan. 2013

ARAUJO, R. F. Marketing científico digital e métricas alternativas para periódicos: da visibilidade ao engajamento. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 20, p.67-84, 2015. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5344/2402

ARAUJO, R. F.. Marketing científico digital e métricas de mídias sociais: indicadores-chave de desempenho de periódicos no Facebook. INFORMAÇÃO & SOCIEDADE (UFPB. ONLINE), v. 28, p. 7-22, 2018.

BENCHIMOL, J. L.; CERQUEIRA, R. C.; PAPI, C. Desafios aos editores da área de humanidades no periodismo científico e nas redes sociais: reflexões e experiências. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 40, n. 2, jun. 2014 . Available from: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022014061668. Viewed 06 nov. 2014.

CAMPOS, V. G. Redes sociais e periodismo científico: desafios aos editores [online]. SciELO em Perspectiva, set., 2014. Available from: http://blog.scielo.org/blog/2014/09/05/redes-sociais-e-periodismo-cientifico-desafios-aos-editores/

FRAUMANN, G. Discussing indicators in research funding: What role do altmetrics play? [online]. Europe of Knowledge, 2017 [viewed 26 July 2018]. Available from: https://era.ideasoneurope.eu/2017/12/15/discussing-indicators-research-funding-role-altmetrics-play/

FRAUMANN, G. et al. Twitter presence and altmetrics counts of SciELO Brazil Journals. In: The Altmetrics Workshop Bucharest, Romania, v.3, 2016. Proceedings… ALM, Romania, v.3, 2016. Available from: http://altmetrics.org/wp-content/uploads/2016/09/altmetrics16_paper_7.pdf

GARRIDO, I. S. ; RODRIGUES, R. S. Portais de periódicos científicos online: organização institucional das publicações. Perspectiva Ciência da Informação, v.15, n.2, p.56-72, maio/ago. 2010. Viewed 1 out. 2011.

GOUVEIA, F. C.. Altmetria: métricas de produção científica para além das citações. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 214-227, maio 2013

KARIMKHANI, C.; GAMBLE, R.; DELLAVALLE, R. Social media impact factor: the top ten dermatology journals on Facebook and twitter. Dermatology Online Journal, v.20, n.4, p.1-4, 2014.

ORTEGA, J. S. The presence of academic journals on Twitter and its relationship with dissemination (tweets) and research impact (citations). Aslib Journal of Information Management, v.69, n.6, p. 674-687, 2017. Available from: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/AJIM-02-2017-0055

ORTEGA, J. S. To be or not to be on Twitter, and its relationship with the tweeting and citation of research papers. Scientometrics, v.109, n.2, p. 1353–1364, 2016 Available from: https://link.springer.com/article/10.1007/s11192-016-2113-0

PRIEM, J.; TARABORELLI, D.; GROTH, P.; NEYLON, C. Altmetrics: a manifesto, 26 October 2010. Available from: http://altmetrics.org/manifesto

REBIUN. Science 2.0: the use of social networking in research. Revised and updated. Madrid: REBIUN, 2011. Available from: http://www.rebiun.org. Viewed 15 dez. 2013

SHINTAKU, M.. Webometria e os periódicos científicos eletrônicos. INFORMAÇÃO & SOCIEDADE (UFPB. ONLINE), v. 27, p. 267-275, 2017.

Thelwall, M.; Haustein, S.; Larivière, V.; Sugimoto, C. R. (2013) Do Altmetrics Work? Twitter and Ten Other Social Web Services. PLoS ONE 8(5): e64841. Available from: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0064841

WALDROP, M.M. Science 2.0: is open access science the future? Scientific American, v. 298, n. 5, p. 69-73, maio 2008. Available from: http://www.nature.com/scientificamerican/journal/v298/n5/pdf/scientificamerican0508-68.pdf. Viewed 21 set. 2012

Twitter

Em desenvolvimento.

Posts

ARAUJO, R. Presença e impacto dos periódicos na web social: Rumo ao fator de impacto de mídias sociais [online]. SciELO em Perspectiva, 2018 [viewed 26 July 2018]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2018/07/26/presenca-e-impacto-dos-periodicos-na-web-social-rumo-ao-fator-de-impacto-de-midias-sociais/

Artigos

Em desenvolvimento.

Depoimentos

Em desenvolvimento.

powered by Odyno gGroupslogo

Coordenador do Grupo

Secretaria Executiva

Grupo de Colaboradores